Pastor Everaldo. Foto: Fabio Motta/Estadão
Pastor Everaldo. Foto: Fabio Motta/Estadão

Buscando aumentar seu tempo de televisão na campanha eleitoral, o PSDB está tentando negociar uma aliança nacional com o presidente do PSC, Pastor Everaldo. O líder do PSDB na Câmara, deputado Nilson Leitão (MS), se encontrou com Everaldo nesta quarta-feira, 11, para discutir o cenário eleitoral, mesmo após indicativo de que o partido cristão irá lançar o ex-presidente do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) Paulo Rabello de Casto como candidato à Presidência.

Nos bastidores, os tucanos já dão como certas as alianças com PTB, PSD e PPS. Agora a ideia é fazer uma aproximação junto aos partidos que já tem pré-candidatos à Presidência, como PSC e DEM. “Vamos começar a fazer uma constatação das alianças que podem ocorrer, a maioria tem candidato à Presidência da República. Vamos respeitar cada candidatura, mas sem deixar de conversar. A ideia é tentar construir uma relação mesmo com partidos que têm presidenciáveis hoje, mas numa relação com uma conversa. É o caso do próprio DEM, do PSC, que já apoiou na eleição passada. São conversas que teremos, hoje mesmo teremos uma conversa com o Everaldo, por exemplo”, disse.

VEJA TAMBÉM
Em mais uma iniciativa para fortalecer sigla no interior, PSDB filia Pedro Resende em Formoso

Alckmin se reuniu ontem com parte da bancada do PSDB na Câmara, durante almoço promovido pelo senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). O encontro aconteceu no gabinete de senador cearense e serviu para que os deputados atualizassem Alckmin sobre a situação dos palanques estaduais. A partir desse diagnóstico, Alckmin irá estruturar as viagens de campanha. Com informações Estadão