Kaká revela os motivos que o afastaram da Igreja Renascer

Apesar de ter deixado a denominação, o ex-atleta declara que mantém relacionamento com o casal Hernandes

0

Da Redação JM Notícia

Kaká recebendo oração dos líderes da igreja Sônia e Estevam Hernandes

Em uma entrevista ao site UOL o jogador Kaká, aposentado dos campos desde o ano passado, revelou partes de sua vida questionando os rótulos que recebeu ao longo de sua carreira como “o virgem”, o “bom moço”, o “crente”, o “amarelão”, e agora o “aposentado”.

Kaká foi criado em um lar evangélico, frequentando com seus pais a Igreja Renascer em Cristo. Ao longo dos anos, quando a fama de jogador começou a surgir, o atleta se tornou o maior promotor da denominação liderada pelo casal apóstolo Estevam e bispa Sônia Hernandes.

Foi na Igreja Renascer que ele se casou com, agora sua ex-esposa, Caroline Celico, jovem que se tornou evangélica para acompanhá-lo e até chegou a se tornar pastora da igreja; enquanto ele foi ungido como presbítero.

Mas em 2010, após escândalos que levaram o casal Hernandes a serem presos nos Estados Unidos, Kaká e Carol Celico se desligaram da igreja. A decisão de sair da igreja onde cresceu foi tomada para deixar de ter sua imagem ligada aos problemas judiciais de Sônia e Estevam.

“Expliquei meus motivos ao apóstolo e à bispa. Eles entenderam e a relação continua ótima. Tinha chegado meu limite com a instituição”, declarou o ex-atleta. Ele acredita que após sair da Igreja Renascer, a denominação “deixou de ser a ‘igreja do Kaká'” e “voltou a ser o que deveria: a igreja Renascer em Cristo”. Para ler a entrevista completa acesse o UOL

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here