Da Redação JM Notícia

O ministro Lumertz considerou que a implantação do distrito vai virar a página do turismo brasileiro (Foto: Ivone Mota Divulgação)

O Ministério do Turismo vai financiar a elaboração do projeto de uso e ocupação do Distrito Turístico de Palmas, o Master Plan, área inserida na revisão do Plano Diretor da Capital, que será destinado à implantação de vários parques temáticos. A garantia foi dada pelo ministro Vinícius Lumertz, em audiência com a prefeita Cinthia Ribeiro, ocorrida em Brasília, nesta quarta, 26. A área já é considerada como o primeiro Distrito Turístico da América Latina.

Sobre o projeto, a prefeita Cinthia Ribeiro destacou que ele será um divisor de águas, não só para o Tocantins, não só para Palmas, mas para o Brasil. “É um empreendimento de grande porte, será o primeiro da América Latina e realmente vai marcar um novo momento, tanto para o turismo consolidando o Tocantins nesse trade turístico, assim como também abrir novas fronteiras para o Brasil”.

A prefeita ainda adiantou os detalhes do projeto: “dos parques temáticos nós já estamos em fase de negociação com a Universal, também com a Disney e temos a confirmação do Wet’n Wild que vem como pioneiro nesse segmento de parques aquáticos”.

VEJA TAMBÉM
Estado tem prazo de 30 dias para se manifestar sobre regularização fundiária de bairros da Capital

O ministro Lumertz considerou que a implantação do distrito vai virar a página do turismo brasileiro. “Nós temos discutido no âmbito do Ministério do Turismo, da Embratur e com o trade brasileiro a ideia de desenvolvermos distritos turísticos no Brasil. Então, a criação deste distrito em Palmas é uma iniciativa que nós apoiamos e vamos levar o projeto, assim que ele estiver completamente apresentado, ao Prodetur + Turismo do BNDES”, declarou.

O ministro do Turismo disse esperar pela aprovação do projeto e acredita que ele será um exemplo no desenvolvimento de potencialidades semelhantes em todos as 27 unidades da Federação. “Assim, nós estaremos garantindo a geração de empregos e de renda. Trata-se de uma abordagem nova, criativa e que, no nosso entendimento, trará muitos resultados econômicos e sociais para os estados e os municípios do país”, finalizou o ministro.

O Master Plan vai indicar o local mais adequado para a instalação de cada atração. Com área total de 100 hectares (10 milhões de m2), o Distrito Turístico de Palmas deverá conter com atrativos como aquários, marina, centros esportivos e de lazer.

VEJA TAMBÉM
Seminário Multiplique Jovem acontece este mês em Palmas com a participação de Heloisa Rosa

Localizada na Região Norte, a área está a 12 km do Centro da Capital e 20 km do aeroporto. A sua implantação vai agregar outros investimentos econômicos como hotéis, restaurantes, bares e outros.