Da Redação JM Notícia

Vanilda Bordieri reclama que Feliciano não lhe deu a mão e o deputado rebate: “não era para orar de mãos dadas”

A cantora Vanilda Bordieri esteve neste final de semana na cidade de Camboriú (SC) participando do Congresso Gideões Missionários da Última Hora onde também estava o pastor Marco Feliciano. Após o culto, a cantora reclamou nas redes sociais que o pastor não lhe deu a mão na hora da oração.

“O deputado Marco Feliciano não me deu a mão (sendo meu amigo)”, disse ela citando que fora abraçada por homossexuais em outras situações e casos de adversários políticos que se cumprimentam.

Vanilda postou a foto do momento, ela está orando com as mãos para cima e Feliciano está ao seu lado, de braços cruzados recebendo a oração do pastor Abílio Santana que estava ao seu lado.

O pastor fez questão de comentar na foto da cantora, dizendo que havia um mal-entendido, pois naquele momento ninguém estava de mãos dadas, logo, ele não teria que dar as mãos à ela. “Lamento ler o que a amada escreveu. Se perceber na foto, eu estou com os braços cruzados em forma de um abraço. Ninguém estava de mãos dadas”, declarou.

VEJA TAMBÉM
Marco Feliciano pode ser vice na chapa do Podemos, diz site

Feliciano acredita que a cantora estava usando as imagens para se vitimizar. “Um minuto antes desta foto, nos falamos, te desejei boa sorte. Seu discurso aí acima de inclusão é lindo como todos os discursos são. Na prática é muito, mas muito diferente”, completou.

A cantora não respondeu ao pastor e apagou a publicação de seu Facebook.