Da Redação JM Notícia

Pastor da Quadrangular em Alagoas acusa cantor gospel de cancelar show por estar embriagado

O pastor presidente da Igreja do Evangelho Quadrangular em Alagoas, João Luiz Rocha, publicou alguns vídeos em suas redes sociais declarando que o cantor J. Neto faltou em um compromisso na sua igreja por estar embriagado. Assessoria do cantor nega.

Nos vídeos, que foram deletados posteriormente, o pastor diz que o cantor teria recebido R$2.500 reais para se apresentar em uma das igrejas capitaneadas por ele. O valor é referente a parte do cachê e o restante seria depositado no dia do evento.

Todos os comprovantes de pagamento foram postados pelo pastor em suas redes sociais, inclusive ele postou uma foto do cantor aparentemente embriagado e declarou: “Olha o estado do cidadão da pena de ver. Vou orar por ele e usar a lei para ele não continuar a enganar a noiva de Cristo”.

Além disso, a igreja também pagou as passagens aéreas do cantor, mas no dia do evento ele não se apresentou por estar embriagado, segundo as declarações do pastor.

VEJA TAMBÉM
Em dez dias de lançamento, novo clipe de Bruna Karla ultrapassa 1 milhão de views

Confira os prints:

CONFIRA RESPOSTA ABAIXO

“J. Neto não fez ou faz consumo de bebidas alcoólicas”, diz assessoria ao desmentir pastor