Da Redação JM Notícia

Coligações querem barrar Márlon e Marcos Souza em debate da Rede Globo

As coligações “É a vez dos Tocantinenses” e “Reconstruindo o Tocantins”, dos candidatos Vicentinho Alves e Kátia Abreu, respectivamente, tentam impedir que os candidatos Marcos Souza (PRTB) e Márlon Reis (REDE) participem do debate que será realizado pela Rede Globo no dia 31 de maio.

Segundo o coordenador de marketing campanha do candidato Marcos Souza, Tiago Oliveira, uma reunião realizada nesta semana na emissora com os representantes dos candidatos acabou se tornando uma grande confusão, pois além dos jornalistas e marketeiros dos candidatos, as duas coligações enviaram advogados.

“A reunião do início ao fim foi conturbada, pois os advogados presentes manifestaram desejo de excluir os candidatos Marcos Souza e Márlon Reis, do Debate, alegando a falta de representação no Congresso Nacional, porém os representantes da emissora deixaram claro que a escolha pela participação de todos foi seguida por orientação do corpo jurídico da TV Globo“, relata Tiago Oliveira em uma mensagem compartilhada nas redes sociais.

Ainda segundo ele, os advogados de Vicentinho Alves e Kátia Abre “passaram a ‘assediar e propôr’ a assessores do Amastha que aderissem ao pedido deles”. “Vejam que eles preferiam que Amastha e Mário Lúcio, mesmo com suas candidaturas negadas pelo TRE participassem”, disse o coordenador de Marcos Souza.

Foi mais de uma hora discussão, mas a emissora se manteve firme na decisão de que todos os candidatos irão participar do debate. Diante desta informação, os advogados prometeram entrar na justiça para impedir que Marcos Souza e Márlon Reis participem do debate.

VEJA TAMBÉM
Freddy Cardoso realiza pré-lançamento do segundo disco: “Adorador do século XXI”

“Os questionei perguntando qual motivo pra tanto medo? E não obtive resposta, o que notei foi uma sequência de atos de tentativa de aliciamento dos demais para que sejam parceiros de tal ação contra as regras do debate”, declara Tiago Oliveira.

Leia o relato na íntegra:

Amigos, desde já quero compartilhar com todos a seguinte situação: a TV Anhanguera num ato de promoção da democracia, convidou por ofício enviado à todos os candidatos para participação no Debate dia 31/05 que será transmitido para todo o estado. Hoje durante a tarde realizamos uma reunião com representantes de todos os candidatos (normalmente composto por jornalistas ou marqueteiros), porém hoje, nos surpreendeu a presença de advogados no encontro, estes representavam os candidatos Vicentinho e Kátia Abreu. A reunião do início ao fim foi conturbada, pois os advogados presentes manifestaram desejo de excluir os candidatos Marcos Souza e Márlon Reis, do Debate, alegando a falta de representação no Congresso Nacional, porém os representantes da emissora deixaram claro que a escolha pela participação de todos foi seguida por orientação do corpo jurídico da TV Globo. Insatisfeitos com a decisão, os advogados passaram a “assediar e propôr” a assessores do Amastha que aderissem a intenção deles, vejam que eles preferiam que Amastha e Mário Lúcio, mesmo com suas candidaturas negadas pelo TRE participassem (estou resumindo aqui mais de uma hora de discussão). Mesmo assim, a direção jornalística da TV Anhanguera manteve o posicionamento, os advogados revelaram que tentarão na justiça impedir a participação de Marcos Souza e Marlon Reis até o dia 31. Os questionei perguntando qual motivo pra tanto medo? E não obtive resposta, o que notei foi uma sequência de atos de tentativa de aliciamento dos demais para que sejam parceiros de tal ação contra as regras do debate. Gente, nada melhor que a ocasião de um debate para nosso candidato poder olhar nos olhos dos políticos e oportunistas que há 30 anos estão no poder e lhes perguntar aquilo que a população quer saber. Se vocês torcem para que o debate seja mantido com espaço a todos os candidatos (já que a estrutura de campanha não foi igual), compartilhem esta informação. Vamos meter pressão nestes caras. A mobilização da sociedade tem que acontecer agora e na urna. Vamos em frente! Nossa ferramenta principal é a Rede Social.