Da Redação JM Notícia

A eleição suplementar para governador do Tocantins será mantida neste domingo (03), segundo confirmou o Tribunal Regional Eleitoral, mesmo com a greve dos caminhoneiros mantida em todo o país e sem combustíveis para condutores.

Ainda de acordo com o órgão, a partir desta terça-feira (29/5), nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo conduto (art. 236 do Código Eleitoral). A determinação vale até 48 horas depois da eleição.

As eleições suplementares serão realizadas neste domingo, (03) de junho, das 8 às 17 horas, nos 139 municípios tocantinenses. O eleitor deverá comparecer ao local de votação com documento de identificação com foto e título de eleitor.

Candidatos

Os candidatos que concorrem ao Governador do Estado neste domingo são:

  • Carlos Amastha (PSB) Teve pedido de registro indeferido pelo TRE-TO- aguardando conclusão de recurso junto ao TSE.
  • Kátia Abreu (PDT) – Teve parecer da Procuradoria Geral Eleitoral pedindo que seja negado o registro de candidatura. Aguardando decisão final do TSE.
  • Marcos Souza (PRTB) – Registro deferido
  • Márlon Reis (Rede) –   Teve parecer da Procuradoria Geral Eleitoral pedindo que seja negado o registro de candidatura. Aguardando decisão final do TSE.
  • Mário Lúcio Avelar (PSOL) –  Aguardando análise de recurso – Segue candidatura por meio de liminar. Aguardando decisão final do TSE.
  • Mauro Carlesse (PHS) – Registro deferido 
  • Vicentinho Alves (PR) –  Registro deferido