Da Redação JM Notícia

Pastor Amarildo Martins, Pastor Paulo Martins e Pastor Eli Borges

Neste domingo (03) o Tocantins vai eleger o próximo governador para cumprir o mandato até o dia 31 de dezembro deste ano, em virtude da cassação do ex-governador Marcelo Miranda (MDB) e de sua vice Cláudia Lelis (PV), por abuso de poder econômico, abuso de poder político, abuso de autoridade e de captação ou gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral.

Um segmento bastante cobiçado em tempos de eleição é o segmento religioso, no entanto, apesar de sua força, as principais lideranças geralmente tomam caminhos diversos e procuram se abrigar da melhor forma possível em um cenário que lhes proporcione chances de eleição do candidato escolhido.

Esse é o caso de alguns líderes como o pastor Claudemir Lopes, presidente da Convenção Coimadetins, e o Pastor Paulo Martins Neto, presidente da Convenção Ciadseta, uma das maiores denominações evangélicas do Tocantins, os quais decidiram apoiar a senadora Kátia Abreu ao Governo do Tocantins.  Em Araguaína, a senadora conseguiu também o apoio do suplente de deputado Ygor Cortez.

Missionário Carlos Roberto, é presidente da Convenção Casa da Bênção no TO

O presidente da Convenção das Igrejas Casa da Bênção no Tocantins, missionário Carlos Roberto, optou por caminhar ao lado do ex-prefeito Carlos Amastha (PSB). Nas redes sociais, ele é um dos maiores defensores de Amastha para Governador. Quem também apoia a candidatura de Amastha é o pastor Suimar Caetano, presidente da Assembleia de Deus Ministério Missão – Projeto Restaurando Vidas no Tocantins. O apóstolo Bueno Júnior, líder influente em Araguaína decidiu apoiar Amastha e é um dos coordenadores do ex-prefeito no município.

Pr.-João-Feitosa, líder da AD Madureira em Gurupi

O deputado estadual e pastor Eli Borges (SD), considerado um dos maiores líderes políticos evangélicos do Tocantins, optou por apoiar o governador interino Mauro Carlesse (PHS). Na campanha, Eli percorreu as principais cidades do Tocantins ao lado do candidato pedindo votos. Quem também decidiu caminhar com Carlesse, foi o presidente da extensão dos Gideões no Tocantins, pastor Cival Cruz, líder evangélico da Assembleia de Deus Ciadseta.

O candidato a Governador Vicentinho Alves recebeu apoio à sua campanha do presidente da CONEMAD-TO/MA, pastor Amarildo Martins. Conta ainda com o apoio do pastor João Feitosa, líder da AD Madureira em Gurupi, do pastor João Milton, líder da AD Madureira em Araguaína e do ex-vereador de Palmas, pastor João Campos de Abreu. A Assembleia de Deus Madureira é uma das instituições evangélicas mais organizadas do Estado, presente nos 139 municípios e uma das maiores em número de evangélicos.

Outro líder que caminha com Vicentinho é o presidente da Convenção Cadetins, pastor Jurandir Oliveira. A sua denominação está presente em 18 municípios do Estado.

Os demais ministérios, em sua grande maioria, não se manifestam publicamente quanto às questões políticas do Estado. O reflexo dessa divisão política, foram percebidos nas últimas eleições, quando  o Tocantins não conseguiu eleger nenhum deputado federal evangélico, mesmo sendo uma população de mais de 330 mil evangélicos, segundo senso do IBGE.