Da Redação JM Notícia

Pastor João Campos emite nota após Amastha ingressar com ação judicial contra ele; confira

O ex-vereador de Palmas, pastor João Campos de Abreu,  emitiu nota à imprensa na manhã deste domingo (03), sobre a ação criminal que o ex-prefeito Carlos Amastha (PSB), moveu contra ele neste sábado (02), por compartilhar imagem que diz que Amastha não seria candidato a governador na eleição suplementar.

Na nota, pastor João Campos afirma que para Governador do Estado do Tocantins, nesta Eleição Suplementar, os candidatos são os nomes constante na decisão exarada pelo TSE em 29/05/2018 e que há equívoco em atribuir a sua pessoa  declaração contrária a isto.

Em nota à imprensa, o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) confirmou o erro no sistema onde constava que não seriam contabilizados os votos de Amastha e Mário Lúcio  neste sábado (02), e reiterou que o sistema seria atualizado para a votação deste domingo, 03.

NOTA

Declaro para os devidos fins, que até o presente os candidatos registrados para Governador do Estado do Tocantins, nesta Eleição Suplementar, são os nomes constante na decisão exarada pelo TSE em 29/05/2018, há equívoco em atribuir a minha pessoa declaração contrária a isto, até porque quem me conhece sabe da minha índole.

Palmas-TO, 02 de junho de 2018.