Da Redação JM Notícia

A pesquisa Datafolha divulgada neste domingo (10) aponta uma pequena virada de Marina Silva (Rede) contra Jair Bolsonaro (PSL) no segundo turno. Marina teria 36% e Bolsonaro (34%), o que pela margem de erro da pesquisa (de 2 pontos percentuais) teríamos um empate técnico.

Ao enfrentar candidatos de centro como Ciro Gomes (PDT) no segundo turno, Marina também ficaria na frente com 41%, ante 29% do ex-ministro. Marina também ganharia de Geraldo Alckimin (PSDB) com 42% contra 27%.

Em um segundo turno, Bolsonaro venceria Haddad (PT) com 36% contra 27%, mas perderia de Ciro Gomes (36% contra 34%) e empataria com Alckimin com 33%.

Lula, preso há dois meses por corrupção, continua liderando as pesquisas de intenção de voto no segundo turno, vecendo de 49% contra 32% para Bolsonaro, de 49% para 27% contra Alckimin e de 46% para 31% contra Marina.

Primeiro turno é Lula

Em um possível primeiro turno com Lula candidato, o ex-presidente venceria com 30%. Em segundo lugar ficaria os votos indecisos (brancos, nulos e sem candidato). Bolsonaro em terceiro lugar com 17%, seguido por Marina (10%), Alckimin (6%), Ciro (6%) e Álvaro Dias (4%).

VEJA TAMBÉM
Candidato ao Senado com 8 milhões de seguidores não usa as redes sociais para campanha

Com Haddad ou Jaques Wagner no lugar de Lula, Bolsonaro estará em primeiro lugar com 19% das intenções de voto, mas o número de indecisos aumentaria para 33% e 34%. Marina viria atrás de Bolsonaro com 14% ou 15%.