Da Redação JM Notícia

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, desembargador Marco Villas Boas, fez um comentário a respeito do alto número de abstenções entre os eleitores do Tocantins. Neste segundo turno das eleições suplementares, 355.032 pessoas deixaram de ir às urnas decidirem o novo governador do Estado.

“É importantíssima a participação do eleitor nesse processo. Não há eleição sem eleitor, o eleitor é a peça principal, é ele quem deve dar a legitimação máxima ao pleito eleitoral e escolher bem. A abstenção não é a melhor política de escolha”, declarou o desembargador à imprensa após a apuração dos votos.

Villas Boas acredita que até mesmo o voto nulo, como forma de protesto, é ainda melhor do que o não comparecimento às urnas. “Eu penso que, a ida às urnas, ainda que votem como esses inconformados que sufragaram o voto nulo, talvez em protesto por não quiserem sufragar nenhum dos candidatos, é muito mais interessante para a democracia do que a própria abstenção”, ressaltou.