Da Redação JM Notícia

Pastor Robson Brito, presidente da Assembleia de Deus de Maringá (PR)

O presidente e pastor da Igreja Assembleia de Deus de Maringá (PR), Robson Brito, será ouvido pelo Ministério Público nesta quinta-feira (5) por conta de uma investigação sobre uma dívida de R$ 23 milhões acumulada pela Convenção das Igrejas Evangélicas Assembleia de Deus no Estado do Paraná (CIEADEP).

Brito é presidente da igreja em Maringá e está sendo acusado de improbidade administrativa por ter adquirido uma dívida milionária que está fazendo com que a denominação perca seus bens e imóveis. Até o momento, 12 templos da cidade já foram à leilão.

O promotor de justiça Maurício Kalache, da 6ª Promotoria de Justiça, abriu a investigação após a denúncia de pastores e membros da igreja e agora irá ouvir o que o pastor tem a dizer.

Sites da cidade de Maringá estão acompanhando o caso, inclusive um deles chegou a publicar trechos de uma mensagem enviada pelo pastor aos fiéis da igreja dizendo que a Convenção CIEADEP está contra ele.

“Estão jogando pesado com armas da carne, do mundo e de Satanás. A 6ª promotoria de justiça me notificou dos autos de Notícia Fato nº MPPR 0088.18.003503-7 e estarão presentes os advogados da convenção. Muito bom isso, mostra do que eles são capazes… Agora eles tiram da esfera administrativa”, diz trecho publicado.

VEJA TAMBÉM
MPE requer a realização de concurso público e proibição de novas contratações em Porto Nacional

O pastor também declarou que não está com medo e que irá poder dar os devidos esclarecimentos ao promotor.

Pastor Osmar Soares reafirma a denúncia

Através da página oficial da Assembleia de Deus no residencial Quebec, em Maringá, o pastor Osmar Soares deu detalhes sobre compras e vendas de patrimônios da CIEADEP que tem levado a denominação a adquirir muitas dívidas.

“A igreja de Maringá está passando pelo pior momento de sua história”, declarou ele ao dizer que possui todos os documentos que comprovam a denúncia.

Ao que tudo indica, a denúncia partiu do pastor Osmar Soares que teria alertado o pastor Robson Brito sobre os erros e também a convenção. A própria igreja do Quebec, onde Soares é vice-presidente, já está nas mãos de credores e corre o risco de ser despejados a qualquer momento.

Fontes do JM Notícia declararam que a CIEADEP tentou afastar o pastor Brito do cargo e apurar as denúncias, mas ele não aceitou e, por isso, os pastores e membros apresentaram a denúncia.

Assista:

Pastor Osmar Soares comenta sobre a Dívida do campo de Maringá.. video completo.AD Jardim Diamante, AD Pq Das Grevileas, AD Ebenezer Maringá, AD Veronica Veronica, Kelson Matos, Jesiel Carrara, Moisés Liba, Valmir Alonso, Geasi Oliveira Souza, Márcia E José Alves, Charlyton Michel NascimentoAssembléia de Deus – Jd. São Silvestre Maringá. Assembleia de Deus – Igreja Sede – Marialva Pr. Igreja Assembleia de Deus no Parque São Jorge/Paiçandu-PR, Assembleia de Deus – Iguatemi, AD Belém Sarandi, Assembleia de Deus Assis Chateaubriand,

Publicado por AD Quebec Maringá em Quinta-feira, 14 de junho de 2018

 

VEJA TAMBÉM
Líder da AD Cubatão, Pastor Carlos Roberto é candidato a 4º secretário da CGADB