Da Redação JM Notícia

Termo de Concordância foi assinado na manhã desta quinta-feira, 02 (Foto: Regiane Rocha/ Divulgação)

A Prefeitura de Palmas acaba de assinar com a Empresa Transmissora Miracema um termo de concordância para construção de uma subestação de transmissão de energia, de 40 mil KVA de potência. A expectativa é que no pico da obra sejam gerados cerca de 400 empregos diretos e indiretos e o montante a ser investido é da ordem de R$ 90 milhões. A previsão de entrega do empreendimento, segundo informou o gestor técnico do Projeto José Roberto Ramos Cândido, é para dezembro deste ano.

Além da subestação de transmissão também será construída pela Energisa Tocantins uma nova linha de alta tensão, de aproximadamente nove quilômetros de extensão, que interligará as quatro subestações da concessionária, que hoje operam em Palmas, totalizando uma potência superior a 230 mil KVA.

O secretário de Governo e Relações Institucionais da Prefeitura de Palmas, Eduardo Mantoan considerou as obras um avanço na qualidade de energia ofertada em Palmas, tanto para o consumidor residencial, quanto para o investidor. “Projetos como este reforçam a economia, uma vez que oferecem mais confiabilidade a quem deseja se estabelecer na Capital”, avaliou.

VEJA TAMBÉM
Professores da rede municipal de Palmas entram em greve por tempo indeterminado

O gerente de projetos da Transmissora Miracema, Sérgio de Oliveira Carneiro, explicou que além de garantir confiabilidade e segurança ao investidor, o empreendimento ainda vai possibilitar a melhoria na transmissão de energia para outras regiões do Estado. Na ocasião ele elogiou e agradeceu a administração municipal pela agilidade na tramitação do processo, que em menos de um mês permitiu que as obras do empreendimento fossem iniciadas.

O diretor de Relações Institucionais da Energisa-TO, Allan Kardec, explicou que com  a conclusão do projeto serão beneficiados mais de 120 mil clientes só em Palmas, atendidos por mais de 6.700 quilômetros de rede existentes na área urbana. Além disso, serão impactados de forma positiva os municípios de Porto Nacional, Paraíso, Miracema e região.

O Termo de Concordância foi assinado pelo secretário de Governo e Relações Institucionais, Eduardo Mantoan, secretário de Desenvolvimento Urbano, Regularização Fundiária e Desenvolvimento Regional, Roberto Petrucci, o diretor de Relações Institucionais da Energisa-TO Allan Kardec, o gerente geral de Planejamento da Energisa, Lucas Muller, o gerente de projetos da Transmissora  Miracema , Sérgio de Oliveira Carneiro e o gestor de Projetos da Miracema, José Roberto Ramos Cândido.