Da Redação JM Notícia

URGENTE: Amastha desiste do Governo e Vicentinho negocia vaga ao Senado na chapa de Márlon Reis

No domingo (5) o PSB realizou sua convenção para definir os nomes para a disputa das eleições de outubro. O ex-prefeito de Palmas se apresentou como candidato ao Governo, mas nesta segunda-feira (6) ele declarou que não irá mais concorrer ao cargo.

O motivo para a desistência seria a falta de apoio, principalmente com a decisão do PCdoB e do PTB que decidiram apoiar a candidatura de Márlon Reis (Rede). Há quem comente que a formação das chapas proporcionais foi um dos motivos, no entanto, há quem diga que o motivo real pode ter sido a  Operação Jogo Limpo, desencadeada na manhã da última sexta-feira  (3) da Polícia Civil que investiga o desvio de  dinheiro da Prefeitura de Palmas, durante a gestão do ex-prefeito Amastha, para o pagamento de gastos com campanhas eleitorais de 2014. O prejuízo aos cofres públicos foi de R$ 7 milhões.

A um jornal da região, Amastha teria declarado que sem esses dois partidos seu projeto estaria “sem essência”, por isso ele desistiu da candidatura.

VEJA TAMBÉM
Pareceres da Procuradoria Eleitoral são favoráveis às candidaturas de Amastha e Stival

Vicentinho tem plano B

Para não ser prejudicado com a desistência de Amastha, Vicentinho Alves já teria um plano B. Ao JM Notícia, interlocutores de Márlon Reis confirmaram que o senador do PR já conversa com líder da Rede para obter a vaga ao Senado.

Fontes confirmaram também que o deputado Paulo Mourão pode recuar na candidatura ao Senado para ceder a vaga para Vicentinho.