Da Redação JM Notícia 

O pastor americano Andrew Craig Brunson está preso desde 2016

O governo dos Estados Unidos vem pressionando a Turquia para que liberte o pastor Andrew Brunson preso desde 2016 acusado de ter relação com um terrorista muçulmano que teria tentado tomar o poder.

Os dois países sempre foram aliados, mas o presidente Donald Trump está irredutível quanto à soltura do pastor é tem imposto sanções ao país para força-los a liberarem o religioso. Um dos principais sinais dessas sanções é a desvalorização da moeda turca.

Depois de manter o pastor preso por mais de 20 meses, as autoridades turcas o levaram para a prisão domiciliar. Ao verem que não há entendimento pela soltura do pastor, os Estados Unidos sancionaram dois ministros turcos e depois dobrou as tarifas sobre as importações de aço e alumínio da Turquia.

O presidente turco Recep Tayyip Erdoğan diz que está sendo vítima de um “complô político dissimulado” que tenta fazer com que seu país se renda em todos os âmbitos, desde as finanças até a política.

“Enfrentamos novamente um complô político dissimulado. Com a ajuda de Deus, iremos superá-lo”, disse.