“Estou no monte, onde estou orando, jejuando. Essa guerra está no plano espiritual”, avisou Daciolo. Foto: Reprodução/Facebook

Evangélico, o candidato a presidente Cabo Daciolo (Patriota) fez uma live nesta segunda-feira, 13, de cima de um monte onde subiu para orar e buscar capacitação de Deus para sua jornada na luta pela vaga de presidente do executivo nacional.

Lá, Daciolo criticou as pautas da esquerda (aborto, ideologia de gênero, classificação da pedofilia como doença) e declarou que se eleito presidente, aquelas não terão facilidade em seu governo.

“Estou no monte, onde estou orando, jejuando. Essa guerra está no plano espiritual”, afirmou o candidato, em um vídeo de 15 minutos postado em rede social no início da noite desta segunda-feira (13). “

“A estratégia que Deus nos deu é ficar no monte orando. Por que Daciolo? Porque vão tentar me matar. Eles querem me matar. Mas aqui não toca, só com a autorização divina”, disse ele se referindo ao sistema dos IIluminattis.

Críticas ao Governo Mundial

Daciolo mostrou que não vai ser tolerante com a maçonaria e disse que eu seu governo “nova ordem mundial, IIluminatti e Maçonaria” terão um “chega”.

VEJA TAMBÉM
Cabo Daciolo aprova greve dos caminhoneiros e critica Temer

“Vocês vão sair da nação brasileira. A nação brasileira é do senhor Jesus Cristo”.

Daciolo afirmou que só dará entrevistas aos que subirem ao monte, sem dizer onde está. Ele também diz que irá ao próximo debate, da RedeTV!, na sexta-feira (17).

NAÇÃO BRASILEIRAOBRIGADO PELAS ORAÇÕES

Publicado por Deputado Cabo Daciolo em Segunda, 13 de agosto de 2018

COMPARTILHAR