Da Redação JM Notícia

Nessa quarta-feira (15) o vereador Lúcio Campelo (PR) foi até a tribuna da Câmara Municipal de Palmas para alertar sobre a falta de médicos na Unidade de Saúde do bairro Jardim Aureny II, região sul da Capital. De acordo com o parlamentar, o problema se arrasta há cerca de quatro meses, e atinge mais de 10 mil pessoas que estão sem o devido atendimento.

“Faço um apelo a prefeita Cinthia Ribeiro para que resolva essa situação com urgência, o problema existe no Aureny II, mas a informação que temos é de que faltam pelo menos 10 médicos para atendar a toda rede de saúde da Capital”, esclareceu o vereador.

Com a falta de médicos e odontologistas os atendimentos não ocorrem, fazendo com que todos os pacientes sejam obrigados a buscar o serviço nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAS). Campelo afirma que a superlotação nas UPAS é um reflexo dessa situação, e alerta ainda que o trabalho preventivo feito junto a Saúde da Família não está ocorrendo da maneira devida.

VEJA TAMBÉM
Vereador responsabiliza Prefeitura por morte de pedreiro eletrocutado no Capadócia

O vereador lembrou do trabalho realizado ano passado, que resultou na reforma de uma escola próxima a Unidade de Saúde em questão. “Em 2017, conseguimos levar recursos para a reforma da Escola Municipal Thiago Barbosa, que fica de frente a essa Unidade de Saúde, então não é possível que esse problema não seja resolvido, a comunidade da região não pode ser esquecida.”

Gestão

No pronunciamento de hoje, Lúcio Campelo comentou que até o momento a prefeitura não havia nomeado um secretário responsável pela Saúde no município, deixando a responsabilidade com o cargo de secretário executivo.

“A prefeitura não encontrou alguém para resolver o problema, que com certeza foi herdado através de falhas cometidas na gestão anterior, mas precisamos tomar uma atitude, ajudar Cinthia Ribeiro a acelerar a contração de mais médicos”, finalizou o vereador.