O líder da ADVEC acusou os institutos de suprimirem as pesquisas com a clara intenção de não dar destaque ao nome de Jair Bolsonaro

O pastor Silas Malafaia fez uma crítica aos institutos de pesquisas eleitorais na noite desta terça-feira, 14. O líder da ADVEC acusou os institutos de suprimirem as pesquisas com a clara intenção de não darem destaque ao nome de Jair Bolsonaro, que lidera a corrida presidencial no país.

2 meses antes de Lula ser preso, quase toda semana tinha pesquisa eleitoral para presidente. Depois da sua prisão, pouquíssimas pesquisas. Sabe qual é o motivo? Não mostrar Bolsonaro em 1º.“, escreveu o pastor.

Nesta terça, nas raras pesquisas que saem, o cenário é favorável ao candidato que tem a simpatia do pastor Silas. Segundo pesquisa realizada pelo instituto RealTime Big Data, entre os dias 10 e 12 de agosto o candidato Jair Bolsonaro (PSL) está na frente na corrida presidencial com 21% das intenções de voto.

Para Malafaia, esse ato dos institutos não tem outra explicação a não ser o fato de os mesmos serem instrumentos dos partidos de esquerda. “CAMBADA DE CÍNICOS, PARCIAIS A SERVIÇO DA ESQUERDA, CUJA IDEOLOGIA É FALIDA.”, finalizou o pastor.