Da Redação JM Notícia 

PF faz operação para investigar suspeita de venda de decisões judiciais no TO

Na manhã desta quarta-feira (15), a Polícia Federal iniciou uma operação cumprindo mandados de busca e apreensão no gabinete e na casa do desembargador Ronaldo Eurípedes. A operação investiga a venda de decisões judiciais.

De acordo com a PF, 13 mandados judiciais de busca e apreensão expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) estão sendo cumpridos em Palmas, Araguaína, Formoso do Araguaia e em outros dois estados

Além do desembargador Ronaldo Eurípedes., os policiais também cumprem mandados de busca e apreensão na casa do ex-procurador de Justiça, Clenan Renault e de dois filhos dele.

Renault era chefe do Ministério Público Estadual do Tocantins e se aposentou em maio deste ano no meio da investigação que apurava denúncias de corrupção.

Meses antes, o então procurador e seus filhos foram alvos da 5° fase da Operação Ápia, batizada de Operação Convergência, porque Renault assinou ofícios para o governo do Tocantins recomendando o pagamento de uma obra de rodovia que estava sob suspeita.O pagamento seria para uma empreiteira que era cliente do escritório de advocacia dos filhos dele.

A operação de hoje foi autorizada pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Os investigados foram intimados para prestar depoimento na Polícia Federal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here