Da Redação JM Notícia

Eli Borges registra candidatura a deputado federal e fala sobre suas prioridades no Congresso

Em entrevista ao JM Notícia na noite desta quinta-feira, 16, o deputado estadual Eli Borges (Solidariedade) confirmou o seu registro de candidatura ao cargo de deputado federal para lutar, agora não somente pelo Tocantins, mas por todo o país. “Percebi que era a hora de tomar essa decisão”, disse Eli Borges.

Eli Borges, que também pastor da Assembleia de Deus, destacou que teve como base para sua decisão o anseio de seu eleitorado tocantinense, que tem grande respeito pela sua pessoa e principalmente por seu perfil político, que foi construído ao longo desses sete mandatos como parlamentar no Tocantins.

Filho de agropecuarista, Eli Borges é natural de Ipameri (GO) e já atuou por três mandatos como vereador por Palmas e atualmente está em seu quarto como deputado estadual. Agora, visando o cargo de deputado federal, quer levar toda sua experiência e seriedade para somar com os que têm a mesma visão que a sua na Câmara dos Deputados.

Bandeiras em Brasília

Questionado sobre qual vai ser sua bandeira na Câmara Federal, o deputado disse que “não vai para Brasília para lutar somente por uma causa”, mas por uma diversidade de áreas que acredita serem importantes e que precisam de sua contribuição.

Borges disse que vai para representar todas as questões ligadas ao segmento religioso (defesa da família, luta contra o aborto, contra a ideologia de gênero), mas que também lutará por outras pautas que são de interesse de todos como, por exemplo, o combate a burocracia estatal e a alta carga tributária.

“Hoje vou definir como prioridade, além das questões da postura que devo ter em relação a defesa da liberdade religiosa e dos princípios, a questão da carga da tributária” ressaltou.

O pastor ainda citou outras bandeiras mais genéricas: segurança, saúde e combate as drogas. Sobre esta última, citou seu exemplo afirmando que é o deputado campeão de emendas para a recuperação de dependentes químicos.

Apoio dos evangélicos tocantinenses

Ao ser indagado sobre o apoio do segmento evangélico do Estado, principal base de seu eleitorado, destacou que não tem somente o apoio deste grupo.

“Eu prefiro ir mais longe, tenho apoio, do segmento católico, do não-evangélico, dos evangélicos e de todos tocantinenses que conhecem meu trabalho e minha postura ao acompanharem minha rotina parlamentar.”

Nos últimos dias, duas importantes convenções do Tocantins, hipotecaram apoio ao parlamentar para deputado federal, que foram as Convenções Ciadseta e a Convenção Cadetins.

Histórico coerente

“Nunca votei para agradar o poder pelo poder. Sempre votei visando primeiro o povo que me elegeu.” disparou ao comentar sobre sua biografia na política tocantinense.

Citou, para confirmar sua fala, eventos e projetos que deram a ele o destaque dentro parlamento. Eli Borges foi um dos quatro deputados que votaram contra o aumento de impostos. Também em outra feita, no caso do auxilio moradia, foi o deputado que votou contra.

Elencou alguns de seus projetos que ao todo geraram quase 40 mil atendimentos. “Meu emprego, meu Sonho”, “Projeto resgate” e o “Interagindo”, projeto que ouve a sociedade e transforma requerimentos em projetos.

“Fatos esses que cristalizam minha postura coerente dentro da Assembleia Legislativa do Tocantins” frisou.

Eli Borges na Câmara Federal

O deputado disse que manterá a mesma linha de conduta que tem na Assembleia Legislativa na Câmara Federal, pois isso (a honestidade) é uma “postura necessária”, disse.

Eli Borges concluiu afirmando que o caminho que tem trilhado até agora forjou e o define como “um camarada que não vai para Brasília para brincar e que está preparado para a missão de defender o Tocantins e o Brasil.”

COMPARTILHAR