Da Redação JM Notícia 

Aproximadamente metade das crianças entre um ano e menores de cinco anos está imunizada contra o sarampo e a poliomielite em Palmas. Até o momento, 6.985 crianças contra sarampo e 7.105 contra poliomielite, os números correspondem a um pouco mais de 40% do público-alvo vacinado. No dia D de Vacinação na Capital, que ocorreu no último sábado, 18, foram aplicadas 1.853 vacinas de tríplice viral (sarampo,) e 1.889 doses da vacina contra poliomielite.

A superintendente de Atenção Primária e Vigilância em Saúde, Veruska Veras, informa que uma nova medida será tomada para alcançar um número maior de crianças. “A partir desta semana as equipes da saúde vão iniciar visitas aos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), para lá mesmo, imunizar as crianças que ainda não receberam as doses. “Tanto a poliomielite quanto o sarampo eram doenças consideradas erradicadas no Brasil, mas voltaram a ser preocupação no País, devido ao histórico de baixas coberturas de vacinação, por isso temos que traçar estratégias para alcançar o maior número de crianças”, observa ela reforçando que todos os 32 Centros de Saúde da Capital estão abastecidos com as vacinas.

VEJA TAMBÉM
Pastora Helena Raquel motiva seguidores a terem vida saudável: "nós podemos"

A campanha teve seu início no dia 6 de agosto e já na primeira semana da campanha cerca de 19% do público-alvo havia sido imunizado. A meta é vacinar 17.397 crianças na Capital.

Em Palmas, mesmo sem nenhum caso registrado nos últimos anos, a recomendação da Secretaria Municipal de Saúde é que todas as crianças a partir de um ano a menores de cinco anos de idade devem ser vacinadas.

As Vacinas

O esquema de imunização contra o sarampo exige duas doses da vacina, uma com 12 meses (tríplice viral) e a segunda com 15 meses (tetra viral). “Porém, devido aos surtos que têm ocorrido nos País, o Ministério da Saúde convocou a campanha para aumentar a cobertura vacinal e impedir a disseminação do sarampo”, reitera a superintendente.

Com relação à poliomielite, as crianças que nunca receberam nenhuma dose na vida receberão a vacina inativa (injetável). Já as crianças menores de cinco anos que já tomaram pelo menos uma dose da vacina receberão apenas a gotinha. A campanha acontecerá no período 31 de agosto.