Da Redação JM Notícia

A emissão de Carteiras de Trabalho poderá ficar mais simples pelo projeto apresentado pelo Ministério do Trabalho e Emprego que pretende permitir que as agências dos Correios passam a oferecer esse documento sem nenhum custo aos cidadãos.

Presente nos 5.570 municípios brasileiros, os Correios deixariam de cobrar as taxas de expedição que hoje é cobrado pelo documento e o MTE se responsabilizaria pelo custeio.

O acordo de cooperação entre o Ministério do Trabalho e os Correios foi anunciado em julho deste ano em uma projeto-piloto no Estado de São Paulo. O principal objetivo é permitir que os brasileiros que vivem nos municípios mais distantes dos grandes centros consigam um acesso mais rápido ao documento.

Os Postos do Sistema Nacional de Emprego (Sine) continuarão a emitir os documentos, quem mora próximo a esses endereços poderão escolher se retirarão o documento no Sine ou na agência de Correios mais próximas.

A grande diferença será para os cidadãos de pequenas cidades que se deslocavam para conseguir o documento ou então que pagavam as taxas para retirar a Carteira de Trabalho nos Correios.