Da Redação JM Notícia 

Igreja Metodista Wesleyana de Alegre, Espírito Santo

A Igreja Metodista Wesleyana de Alegre, Espírito Santo, foi alvo de vândalos que resolveram pichar o muro do prédio reclamando do barulho dos cultos.

A pichação diz: “Louvem satanás, ele faz menos barulho”. Apesar de descontente com o que aconteceu, o pastor Clésio Inácio de Almeida, responsável pela igreja, decidiu não chamar a polícia.

“Analisamos que sempre haverá pessoas que pensam diferente da forma como celebramos o culto. Mas vemos que quem fez isso precisa de Jesus e estamos orando por ele”, declarou o pastor ao jornal Gazeta.

O próprio religioso já pintou o moro e apagou a pichação, e declarou que perdoa a pessoa que praticou o ato de vandalismo. “Jesus mandou amar aqueles que nos perseguem. Estou aqui há três anos e meio e foi a primeira vez que aconteceu. É um ato de desrespeito e cada ato tem consequências no futuro. Acredito que está com a consciência pesada”, concluiu.