Da Redação JM Notícia 

Escola Municipal de Araguaína

A Educação Municipal de Araguaína superou a meta do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2017, estabelecida em 5.8 pontos. Com nota 5.9, o Munícipio mais uma vez cumpre a expectativa do Ministério da Educação (MEC) na formação das séries iniciais (4º e 5º ano). A avaliação apresentou um crescimento geral de 0.5 desde 2013.

Oito escolas municipais já alcançaram a meta estipulada para o próximo exame, em 2019, com meta de 6.1. A Escola Municipal Benedito Canuto Braga, do setor Couto Magalhães, foi o destaque, atingindo 6.9.

A equipe do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) aplicou a prova em 21 escolas de Araguaína, e todas ficaram acima da média do Tocantins, estabelecido em 5.4, atingindo também a meta estabelecida pelo MEC.

Para o secretário municipal da Educação, Jocirley de Oliveira, o desempenho no índice é resultado das ações desenvolvidas pela Prefeitura, como a formação continuada oferecida aos professores e o reforço assistido, disponibilizado aos alunos com dificuldade de aprendizado.

“É uma conquista muito suada, a gente trabalha com um público bastante diferente. Conseguir equilibrar a nota é difícil e conseguimos graça a atuação dos professores, diretores, a orientação da secretaria e, também, a conscientização dos pais. Sem essa parceria seria impossível o crescimento”.

VEJA TAMBÉM
Dimas fala sobre obras de construção de nove UBS

Cálculo do Ideb
O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) é um indicador de desempenho da educação brasileira divulgado a cada dois anos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), autarquia do Ministério da Educação (MEC).

O Ideb relaciona duas dimensões: o desempenho dos estudantes em avaliações de larga escala e a taxa aprovação. O desempenho é calculado a partir da Prova Brasil/Saeb, quando os estudantes do 5º e do 9º ano do Ensino Fundamental e da 3ª série do Ensino médio são avaliados em Leitura e Matemática.

Os dados de aprovação são verificados a partir do Censo Escolar da Educação Básica, realizado anualmente. O Ideb é calculado para escolas e para sistemas de ensino que monitoram o seu desempenho em relação a metas individuais pactuadas com o governo federal. O índice varia de 0 a 10: quanto maior for o desempenho dos alunos e o número de alunos promovidos, maior será o Ideb.

Investimentos e qualidade
Como resultado dos investimentos feitos na melhoria das condições de trabalho e também na valorização dos professores, o município tem sido premiado a nível nacional pela evolução nos seus índices educacionais, com o Prêmio Excelência em Educação recebido do Instituto Ayrton Senna em 2015 e o Prêmio Excelência em Gestão Pedagógica e em Infraestrutura em 2016.

VEJA TAMBÉM
“Prefeitura tem dinheiro para pagar professores”, diz Milton Neris

Desde 2013, a Prefeitura destina cerca de 40% do orçamento do Município na Educação. Com as novas instalações da creche Nossa Senhora dos Milagres e a nova unidade do Setor São Miguel, que deve ser entregue no final do ano, o número de vagas mais que dobrou em Araguaína, de 12 para 25 mil. Investimentos de mais de R$ 29 milhões na Educação entre recursos federais e municipais.

Desde o início da gestão Dimas foram ampliadas e reformadas 19 unidades de ensino, seis reconstruídas e 13 novas foram entregues para a comunidade com padrão de excelência. Todas as salas de aula da Rede Municipal de Ensino, urbanas e rurais, são climatizadas com ar-condicionado.