”Juntos, Carlesse e Siqueira prometem algo que fazemos muito melhor em Palmas, com as escolas de tempo integral”, diz Amastha

Em meio à agenda política no interior do Estado, o candidato a governador Carlos Amastha (PSB) lamentou, nesta sexta-feira, 14 de setembro, que o simbolismo do programa Pioneiros Mirins esteja sendo usado para politicagem novamente. “Em 2010, Siqueira Campos havia prometido retomar o programa e usou isso como discurso para se eleger. Agora, oito anos depois, Carlesse está junto com ele e faz a mesma promessa, com o mesmo discurso. Estão engando o povo, pois jamais o programa será a mesma coisa que era no início dos anos 1990”, destacou Amastha, ao ressaltar que, atualmente, a Prefeitura de Palmas já oferece ensino de tempo integral com escolas em parceria com a Marinha, com Polícia Rodoviária Federal, Exército, Bombeiro e Guarda Metropolitana.

Modelo mais moderno e eficiente

O candidato explicou que o conceito de escola de tempo integral é muito mais moderno e eficiente que o programa Pioneiros Mirins, pois dá às crianças e aos jovens a oportunidade de aprender desenvolvendo várias atividades ao mesmo tempo e a de estar preparados para o futuro, ao mesmo tempo em que tem oportunidades de recreação e práticas esportivas. “Eles estão com falsas e ultrapassadas promessas, longe da realidade e do que é necessário hoje. O governo é fraco, tem oito obras de escola de tempo integral paradas, não consegue retomá-las e agora vem com nova promessa para iludir”, salientou Amastha.
Por fim, o candidato ressaltou que o modelo de escola de tempo integral, que funciona nos principais países do mundo, é o mais acertado e os excelentes resultados do IDEB (Índice Nacional da Educação Básica) comprovam isso. Conforme divulgado na semana passada, Palmas está muito acima das metas de desempenho previstas pelo MEC (Ministério da Educação) nos dois indicadores apurados. Enquanto isso, o ensino estadual fracassa em dois dos três índices, estando bem atrás de Palmas em todos os comparativos.

Revista Exame destaca evolução da educação de Palmas durante a gestão Carlos Amastha

COMPARTILHAR