Da Redação JM Notícia

A cantora Nívea Silva tem visitado algumas penitenciárias do Estado do Maranhão para evangelizar

A cantora Nívea Silva passou 11 dias visitando os presidiários do Estado do Maranhão e mostrou a realidade dessas pessoas em novo episódio da série “Nívea Silva nas Prisões” lançada nesta quarta-feira (19) em seu canal no YouTube.

Após passar pelo Complexo Penitenciário de Pedrinhas e a Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) Feminina, ambas em São Luís, a cantora, acompanhada de sua comitiva, mostra um pouco da rotina do Presídio Masculino Paço do Lumiar, uma delegacia com carceragem que possui condições físicas bem difíceis com acomodações apertadas e uma superlotação.

“Como em todas as outras vezes, quando entro em uma prisão a experiência é sempre impactante porque a realidade daquelas pessoas me toca de mais e me leva à uma reflexão profunda e sincera. Eu sinto muito forte a responsabilidade de levar a mensagem de salvação para pessoas, principalmente para os que estão privados de suas liberdades”, destaca a cantora que faz esse trabalho ao lado do pai, o Pr. Marcos Pereira, desde os sete anos de idade.

VEJA TAMBÉM
Pastor é assassinado dentro de ônibus quando evangelizava

Em um dos momentos mais comoventes do vídeo, Nívea caminha até a cela de um rapaz que não foi liberado para assistir ao culto junto com os demais e pôde sentir de perto a necessidade das pessoas ali presentes. “Ele estava chorando muito de joelhos e com uma mão no peito e a outra erguida. Eu senti de pegar na mão dele e a sensação que tive foi que ele estava segurando na minha mão como se fosse a mão de Deus. Depois ele me pediu oração e decidiu aceitar a Jesus como seu Salvador. Foi como o toque da mulher do fluxo de sangue, como conta a Bíblia. Ele segurou na minha mão diferente”.

Para os próximos episódios da série, Nívea Silva promete mostrar testemunhos de presos que foram alcançados pelo evangelismo em momentos de rebelião, mas que hoje são cristãos e estão cumprindo suas penas em celas especiais em espaços exclusivos para cristãos.