A cantora gospel Marcela Taís sofreu um acidente de carro e foi hospitalizada. De acordo com comunicados em suas redes sociais, ela sofreu ferimentos nos membros inferiores e na cabeça e está em recuperação, após uma batida de carro que terminou com capotamento em Brasília. Na quinta-feira, a equipe de Marcela postou no Instagram: “A cantora Marcela Taís não poderá cumprir a agenda de shows e entrevistas marcadas para este fim de semana devido a um acidente de carro o ocorrido nesta quinta-feira (20).

Carro capotou em Brasília deixando três feridos

Nesta sexta, uma atualização deu mais detalhes de sua situação e dos seus acompanhantes no carro, no momento do acidente: “O quadro de saúde dela e dos 2 acompanhantes que estavam no veículo segue estável. O Victor está neste momento fazendo uma cirurgia bucomaxilar de reconstituição. Ana foi removida para um outro hospital com escoriações nos membros inferiores.  Já Marcela Taís sofreu escoriações nos membros inferiores e na cabeça. Segue em observação e realizando diversos exames.”

De acordo com o Corpo de Bombeiros do DF, o acidente de trânsito teve um capotamento na EPIA Sul, próximo ao viaduto do SIA, às 16h44 da quinta-feira.

VEJA TAMBÉM
Isadora Pompeo e Marcela Taís lançam dueto no YouTube

Leia também

Isadora Pompeo e Marcela Taís lançam dueto no YouTube

Cantora gospel revela que sofreu abuso sexual na infância

 “O veículo GM Captiva de cor preta (…), conduzido pela senhora Marcela Tais, 31 anos, seguia no sentido Norte/Sul, e após ser fechada por outro carro, tentou evitar a colisão e acabou saindo da pista, catando a guia e capotando no canteiro central. A condutora foi atendida e transportada pelo CBMDF ao IHBB, apresentando uma suspeita de fratura no membro inferior direito. (…) Todas as vítima estavam conscientes, orientados e estáveis”.

Marcela tem uma carreira de sucesso cantando música gospel, com clipes como “Escolhi te Esperar” e “Muita Calma Nessa Alma” batendo na casa de 6,6 milhões e 4,5 milhões de visualizações no Youtube, respectivamente.

Com informações UOL

COMPARTILHAR