Da Redação JM Notícia

Marta Ramos é candidata à deputada federal pelo PSDB

A candidata à deputada federal pelo Tocantins Marta Ramos (PSDB) se colocou contrária à legalização do aborto durante uma postagem em sua página no Facebook. Ao promover o debate sobre o assunto em sua rede social, a candidata deixou claro o seu posicionamento.

“Somos totalmente contra o aborto e a favor da vida! Salvo casos de estupro, risco de vida à mulher e feto anencefálico que são previstos pela Constituição Federal”, declarou a candidata pedindo a opinião dos seus seguidores.

Vários internautas deram seus posicionamentos sobre o tema. “Sou contra o aborto! Não preciso ter útero para saber a importância de uma vida. Aborto não, aborto nunca!”, disse um usuário.

“Estou sem deputado federal, e essa é uma pauta importante para analisar os candidatos que ganharam (sic) meu voto. Sou contra o aborto, uma vez que o aborto já é legalizado, como citado”, escreveu outra internauta.

“O Estado é hoje o maior assassino de mulheres e bebês por negligenciar o valor da vida e da mulher deixando de cumprir com seu papel de apoiar, conscientizar e oferecer métodos contraceptivos de maneira eficiente e menos burocrática”, afirmou Marta Ramos.

VEJA TAMBÉM
Em Miranorte, Eduardo Gomes quer revitalizar o Rio Providência

Ao longo do debate, a candidata falou sobre suas propostas sobre este tema. “A prevenção é sempre o melhor caminho. Vou trabalhar pela desburocratização de procedimentos preventivos mais eficientes na rede pública de saúde. A vida sempre em primeiro lugar”.

Marta entende que o problema do aborto clandestino é real, mas declara que se importa tanto com a vida da mulher, quanto com a vida da criança. Sua proposta para evitar que as mulheres continuem buscando a clandestinidade passa pela prevenção da gravidez indesejada e pela valorização da mulher.

“Nenhuma mulher tem prazer em abortar, elas o fazem por medo, falta de apoio mas principalmente negligência do estado e uma sociedade desigual que não reconhece o valor da mulher. Acredito que o caminho é valorizar a mulher, oferecer emprego, medicamentos e suplementos na rede pública e principalmente uma participação ativa do Estado”, afirmou.

Somos totalmente contra o aborto e a favor da vida! Salvo casos de estupro, risco de vida à mulher e feto anencefálico…

Posted by Marta Franco Ramos on Monday, September 24, 2018