Da Redação JM Notícia 

Ambulatório funciona no Centro de Saúde da Comunidade Profª Isabel Auler, na Arso 23
(Foto: Igor Flávio)

O Ambulatório de Saúde Mental Infantojuvenil agora conta com terapeuta ocupacional, mais uma especialidade que, juntamente com a Psiquiatria Infantojuvenil, Psicologia e Fonoaudiologia, busca aumentar a capacidade resolutiva do serviço prestado a esse público. O ambulatório infantojuvenil funciona no Centro de Saúde da Comunidade Profª Isabel Auler, na Arso 23.

A gerente de Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde, Dhieine Caminski, ressalta que o aumento da capacidade resolutiva do ambulatório é fundamental porque “as questões relacionadas ao sofrimento mental da população infantojuvenil em Palmas não se devem apenas a questões da presença ou não de transtornos, mas também de apoio psicossocial, com possibilidade de apoio familiar, articulação com a educação e sociedade na promoção de saúde integral às pessoas desde a infância.”

Além da Terapia Ocupacional, as especialidades de Nutrição e Serviço Social deverão em breve compor os serviços do ambulatório infantojuvenil.

Como funciona

A Terapia Ocupacional é uma importante área da saúde, que estuda e tem como instrumento de trabalho, a atividade humana e a utiliza como recurso terapêutico para prevenir e tratar dificuldades físicas ou psicossociais que interfiram no desenvolvimento e na independência dos pacientes em relação às atividades de vida diária, trabalho e lazer.

VEJA TAMBÉM
Raylaine Maciel e Thiago Mattheis anunciam presença no I Encontro da Juventude do PR

O Ambulatório Infantojuvenil do CSC Profª Isabel Auler é referência para toda a Capital, entretanto, por se tratar de atendimento especializado, as crianças e adolescentes serão atendidos mediante encaminhamento dos profissionais dos centros de Saúde da Comunidade e dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf), caso verifiquem essa necessidade.