Da Redação JM Notícia

Nos Estados Unidos há lei que garante a posse e o porte de armas

Um cristão pode defender a posse de arma para autodefesa? O assunto nunca foi tão debatido no Brasil, mas não há estudos teológicos conhecidos sobre o tema.

Nos Estados Unidos, porém, onde a posse e o porte são liberados, encontramos vários estudos relacionados e um deles apresenta os prós e os contras.

Na linha dos contrários ao armamento está John Piper, um dos principais teólogos da atualidade que escreveu um artigo muito famoso sobre o assunto declarando que não, o cristão não deve andar armado para sua autodefesa.

Em parte do texto, Piper responde que um cristão não poderia atirar contra quem agredisse sua esposa, por exemplo, e ele usa bases bíblicas para justificar a sua decisão. Mateus 7:12 e Lucas 6:31. (Leia o texto completo aqui)

Daniel Passini, autor do artigo em defesa do uso de armas por cristãos, diz porém que 1 Timóteo 5: 8 se refere não apenas a prover alimento e abrigo para os membros da família, mas também a proteção.

VEJA TAMBÉM
Canal Porta dos Fundos é processado por sátira aos cristãos

“Uma arma é uma ferramenta poderosa. Não há dúvidas sobre isso. Então, com o grande poder, vem uma responsabilidade ainda maior. Ou, como Jesus colocou, você recebeu muito [poder], muito será requerido de você [responsabilidade]”, disse ele. (Leia aqui o artigo em inglês)

O teólogo americano lembra que, nos Estados Unidos cada estado tem sua própria lei de armas e que o cidadão deve respeitá-las, assim como ter a responsabilidade de armazená-la com segurança, e ter o devido treinamento para utilizá-la.

No Brasil só que se manifestou favorável ao porte de armas foi o reverendo Augustus Nicodemus, porém ele diz que apenas andaria armado se morasse nos Estados Unidos onde já há uma lei e uma cultura sobre o assunto.

O vídeo tem sido bastante compartilhado nas redes sociais, pois uma das propostas do candidato Jair Bolsonaro (PSL) é revogar o Estatuto do Desarmamento para que os cidadãos possam voltar a ter posse de arma. Nicodemus não demonstrou nenhum tipo de apoio à proposta, nem ao candidato à Presidência.

VEJA TAMBÉM
Igreja encerra conta no Santander após exposição polêmica

Assista: