Da Redação JM Notícia

Cabo Daciolo ficou em sexto lugar entre os mais votados, ultrapassando nomes como Henrique Meirelles e Marina Silva

Em 2017, durante uma das votações mistas entre senadores e deputados federais, o deputado Cabo Daciolo (PATRI-RJ) chamou atenção do senador Eunício Oliveira (MDB-CE), atual presidente do Senado, e deu uma profecia.

O parlamentar evangélico pediu a palavra e foi ao microfone criticar o senador que, em suas palavras, por diversas vezes havia debochado dos seus colegas durante a discussão em votação.

“Eu tive o desprazer hoje de presenciar em vários momentos o senhor debochando do Congresso Nacional. Em vários momentos o senhor debochou do Congresso Nacional e quando você debocha do Congresso Nacional, você debocha do povo brasileiro”, disse Daciolo.

Como sempre se comporta em Brasília, ele estava com sua Bíblia em uma mão e declarou que levantaria uma luta de forma sobrenatural, declarando a queda do senador Eunício Oliveira.

“Eu quero decretar a queda do governo dos ímpios e quando eu falo a queda do governo dos ímpios, presidente Eunício, eu estou falando a queda de vossa excelência”, continuo.
Eunício Oliveira foi eleito a senador em 2010, antes disso ocupou o cargo de deputado federal pelo Ceará entre os anos de 1999 e 2011. Durante o governo do presidente Lula, Eunício chegou a ser Ministro das Comunicações, cargo que ocupou nos anos de 2004 e 2005.

Filiado ao MDB desde 1972, o senador cearense não conseguiu se reeleger nesta eleição, por obter 1.313.793 votos. O senador mais bem votado do Ceará foi Cid Gomes (PDT), com 3.228.533 votos. A segunda vaga foi ocupada por Eduardo Girão (PROS), que conquistou 1.325.786 votos.

Assista:

Daciolo foi o grande destaque da eleição presidencial

O deputado Cabo Daciolo disputou a eleição presidencial pelo Patriotas e conseguiu se destacar no cenário político mesmo sem conseguir tempo de TV, apoio político ou recursos financeiros para sustentar sua candidatura.

Foram gastos R$ 806, perto de milhões de reais gastos pelos demais candidatos, mesmo assim, Daciolo conseguiu obter uma votação significativa, deixando para trás nomes como o de Henrique Meirelles (MDB), Marina Silva (Rede), Álvaro Dias e Guilherme Boulos (PSOL).

Ocupando o sexto lugar entre os mais eleitos, Cabo Daciolo conseguiu 1.348.317 votos. Este ano 13 candidatos disputaram a presidência.

“Para honra e glória do Senhor Jesus Cristo, recebemos 1.348.317 de votos e ficamos na frente de Henrique Meirelles, Marina Silva, Alvaro dias e Guilherme Boulos. Enquanto os institutos de pesquisa, Datafolha E Ibope, nos davam 0% de intenção de votos durante quase toda a campanha”, escreveu Daciolo no Facebook.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here