Da Redação JM Notícia

Candidato derrotado pede votação por cédulas

Diante das denúncias de mau funcionamento e adulteração nas urnas eletrônicas, o candidato derrotado à Presidência da República Cabo Daciolo (Patriota), protocolou nesta quarta-feira (10), junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), um pedido de anulação do resultado do primeiro turno.

Além disso, o parlamentar, que cumpre os últimos meses do seu mandato como deputado federal, pediu também a adoção do sistema de cédulas para votação.

Daciolo prometeu procurar outros presidenciáveis para que eles o apoiem neste processo. “É inadmissível que eles estejam calados”, declarou ele aos jornalistas que o aguardavam na porta do TSE.

Pelas redes sociais circulam diversos vídeos de eleitores que não conseguiram confirmar seus votos, sobretudo para o cargo de presidente, e muitos chegaram a registrar ocorrência relatando o ocorrido.

O TSE declarou por diversas vezes que não há indícios de fraude ocorrida com as urnas eletrônicas, desde 1996 quando o Brasil começou a utilizar este esquema.

Este ano, foram substituídas 2,4 mil urnas por diversos motivos, o que representa 0,46% do total de urnas utilizadas. O número é metade do total de urnas que foram trocadas durante o processo eleitoral de 2014.

VEJA TAMBÉM
Pastor Genival Lima reitera apoio a Eli Borges: " Abrace essa causa"

Assista:

GLÓRIA A DEUS!

Publicado por Deputado Cabo Daciolo em Quarta-feira, 10 de outubro de 2018