Da Redação JM Notícia

Candidato do PT, Fernando Haddad, tentará se aproximar de católicos e evangélicos

Após buscar chamar o bispo Edir Macedo de “charlatão” que “só pensa em dinheiro”, o candidato do PT, Fernando Haddad, preparou uma carta de compromisso para buscar lideranças evangélicas na busca de conquistar votos que hoje são de Jair Bolsonaro (PSL).

No texto, o candidato petista se compromete a, em um eventual governo, não aprovar nenhum projeto para legalização do aborto. O PT e seu partidos coligados, são favoráveis à prática e buscam aprovar a interrupção da gravidez para solucionar o que eles chamam de “problema de saúde pública”.

Haddad tem um encontro com líderes evangélicos na quarta-feira (17) em um hotel em São Paulo. Na carta que será entregue, o candidato do PT também se comprometerá a não legalizar as drogas. O documento deve ser lido durante a reunião com os pastores.

O ex-ministro da Educação tenta, sem sucesso, separar sua imagem do chamado “kit gay”, o material anti-homofobia que seria distribuído nas escolas públicas, mas que foi recolhido pelo Governo de Dilma Rousseff após pressão da Bancada Evangélica.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here