Da Redação JM Notícia

Haddad fala com pastores e busca apoio dos evangélicos (Foto: Reprodução Instagram)

O candidato à Presidência da República Fernando Haddad (PT) esteve nesta quarta-feira (17) reunido com pastores evangélicos em um hotel no centro da cidade de São Paulo.
Organizadores disseram que o petista se encontraria com lideranças da Igreja Batista, Igreja Presbiteriana e Assembleia de Deus.

Mas nesta quinta-feira, a Convenção Batista do Estado de São Paulo (CBESP) emitiu uma nota esclarecendo que não enviou representantes para o encontro e nega qualquer envolvimento com a “Frente de Evangélicos Pelo Estado de Direito”, que foram os organizadores da reunião.

“Os pastores batistas presentes no encontro, sejam como expositores, sejam os que foram citados, também não falam em nome da CBESP”, diz a nota. O órgão também diz que “dentro do histórico e centenário modo batista de pensar, acreditamos que cada pessoa tem o direito de exercer sua escolha e voto conforme a sua consciência”.

A Igreja Presbiteriana do Brasil, através do reverendo Augustus Nicodemus Lopes, também nega que tenha participado do evento ou que esteja apoiando Fernando Haddad.

VEJA TAMBÉM
"Teólogos e pastores liberais não são cristãos, são falsos profetas", diz Renato Vargens

“Somente para esclarecer, a presença de pastores presbiterianos num evento não representa a IPB. A nossa denominação se faz representar somente por seu presidente, reverendo Roberto Brasileiro, que não estava no evento. E mesmo assim, ele precisaria ter a autorização do Supremo Concílio da IPB para manifestar apoio da IPB a este ou aquele candidato”, declarou Nicodemus Lopes.

A IPB NÃO ESTAVA LÁVárias pessoas tem me perguntado se a IPB (Igreja Presbiteriana do Brasil) está apoiando a…

Publicado por Augustus Nicodemus Lopes em Quinta-feira, 18 de outubro de 2018