Eugene Peterson era conhecido pastor presbiteriano e autor da renomada Bíblia da Mensagem. Foto: Reprodução

Partiu para o Senhor o pastor presiteriano Eugene Peterson, reconhecido mais por ter escrito a Bíblia da Mensagem.  Peterson morreu hoje, 22 de outubro, aos 85 anos, uma semana depois de entrar no hospital, devido a complicações relacionadas à insuficiência cardíaca e demência.

O autor Winn Collier compartilhou pela primeira vez as notícias no Twitter. “Meu querido amigo e pastor Eugene Peterson morreu esta manhã”, escreveu ele. “A lanterna está apagada, mas a alegria que ele carregava consigo até o último suspiro perdura. Eugene está agora com o Deus Triúno que ele amou a vida inteira. Memória eterna.

A NavPress, editora da mensagem, confirmou a morte de Peterson. Sua família divulgou um comunicado em seus últimos dias alegres na terra.

“Durante os dias anteriores, ficou claro que ele estava navegando no espaço estreito e sagrado entre a terra e o céu”, afirmaram. “Nós o ouvimos falando com pessoas que só podemos presumir que o recebemos no paraíso. Pode ter havido até uma ou duas horas quando ele acessou suas raízes pentecostais e falou em línguas também.

“Entre suas últimas palavras estavam: ‘Vamos’. E sua alegria: meu, oh meu; o homem permaneceu alegre até o seu final abençoado, sorrindo freqüentemente. Em tais momentos, é melhor que toda carne mortal mantenha silêncio. Mas se você tem que dizer alguma coisa, diga: “Santo, Santo, Santo”.

Eric Peterson compartilhou uma atualização sobre o estado de saúde de seu pai uma semana antes, descrevendo a “reviravolta repentina e dramática” do autor e a decisão da família de oferecer cuidados paliativos para seus dias restantes.

“Parece apropriado que a morte dele tenha ocorrido na segunda-feira, o dia da semana em que ele sempre honrou como um sábado durante seus anos como pastor”, declarou a família hoje. “Depois de uma vida de serviço fiel à igreja – conduzindo a corrida com gosto – é reconfortante saber que Eugene entrou agora na plenitude do Reino de Deus e foi abraçado pelo eterno sábado.”

No ano passado, em uma entrevista ao jornal Religion News Service sobre o fim de sua carreira no ministério público, Peterson disse a Jonathan Merritt que ele estava mais curioso do que com medo da morte.

“Eu não tenho ideia de como isso vai funcionar. Mas não tenho medo, vou lhe dizer isso ”, disse ele. Eu estive com muitas pessoas que estão morrendo. Eu acho que essas conversas são algumas das melhores que já tive. Estas são pessoas que viveram uma boa vida e abraçaram sua fé. Eles não estão com medo.

COMPARTILHAR