Da Redação JM Notícia

Sargento estava em uma motocicleta acompanhado de outro policial militar que também foi atingido

Durante a coletiva de imprensa realizada pela Secretaria de Segurança Pública do Tocantins na manhã desta terça-feira (23), a Polícia Militar declarou que o sargento da Polícia Militar, Gustavo Teles, que foi morto por policiais civis na noite de ontem teria participado do assassinato de Neuralice Pereira dos Matos, 22 anos, também em Gurupi.

A declaração foi dada após a realização de uma perícia balística que constatou que a a bala que matou a mulher partiu da arma encontrada com Teles e outro policial, identificado como Edson Vieira. Os dois estavam em uma motocicleta quando foram abordados por policiais civis.

A Polícia Civil informou que durante a noite, seus policiais estavam nas ruas de Gurupi quando ouviram disparos de arma de fogo e dois homens trafegando em uma moto. A perseguição se iniciou, em determinado momento o garupa da moto caiu e o piloto revidou atirando nos policiais civis. O resultado final foi a morte do sargento Teles e o ferimento de Vieira que permanece hospitalizado.