“Teólogos e pastores liberais não são cristãos, são falsos profetas”, diz Renato Vargens

Pastor declarou que as ideias liberais destroem a Igreja

Da Redação JM Notícia

Pastor Renato Vargens, da Igreja Cristã da Aliança

As eleições presidenciais dividiram amigos, familiares e entre a comunidade cristã as divisões ficaram ainda mais evidentes. Com a polarização do segundo turno entre a esquerda de Fernando Haddad (PT) e a direita de Jair Bolsonaro, os pastores passaram a se posicionar de forma ideológica nas redes sociais a diferenças teológicas foram expostas.

O pastor Renato Vargens, da Igreja Cristã da Aliança em Niterói (RJ), foi um dos líderes cristãos que mais se comunicaram pelas redes sociais para se opor à esquerda política.
Para ele, não há lógica entre o socialismo e comunismo com a fé cristã. Inclusive, ele foi um dos primeiros pastores a apoiar o vídeo do pastor Hernandes Dias Lopes contra essas vertentes políticas.

Falando diretamente contra pastores de esquerda, Vargens escreveu no Twitter: “Teólogos e pastores liberais não são cristãos, são falsos profetas, parasitas que se alojam em igrejas e paulatinamente as destroem.”

Na visão do pastor, “teólogos e pastores liberais estão usando a política como cavalo de Tróia para entrar e destruir a igreja de Cristo. Eles não são cristãos e nem tampouco podem ser chamados de filhos do Altíssimo!”

VEJA TAMBÉM
Em Gurupi, Bernadete Aparecida participa de encontro com empresários e apresenta suas propostas

O pastor também falou sobre isso no seu Instagram:

https://www.instagram.com/p/BpZuMk6h2Mk/?taken-by=renatovargens