Da Redação JM

Durante visita à Igreja onde o pastor Silas Malafaia é o líder, o novo presidente Jair Bolsonaro deu o seguinte pronunciamento:

“Primeiro eu quero agradecer a Deus por estar vivo, pelas mãos de profissionais da saúde, de Juiz de Fora. Em São Paulo, Deus operou milagre. Depois quero agradecer a Deus por essa missão, porque o Brasil está em uma situação um tanto quanto complicada. Crise ética, moral e econômica. Eu tenho certeza que não sou o mais capacitado, mas Deus capacita os escolhidos.”

Três orações de Magno Malta marcaram a campanha eleitoral de 2018; Assista

Já que não dá mais para chamá-lo de “fascista”, agora o atacam por acreditar em Deus — como se estivesse invocando o Espírito Santo para escolher o ministério de um Estado laico ou pensasse ser o verdadeiro Messias.

Essa parte da imprensa ainda vai transformar Bolsonaro em santo.

Menos, aguerridos, ou quando ele fizer algo de realmente errado, ninguém vai acreditar nos jornalistas.

Mudar a história

VEJA TAMBÉM
Pastor Malafaia comenta resultado do primeiro turno: 'essa esquerda corrupta vai ser varrida'

O pastor afirmou ainda que o presidente eleito vai mudar a história do Nordeste, transformando a região em um centro agrícola de referência para o mundo, assim como Israel. Segundo disse, no governo Bolsonaro, o nordestino vai esquecer das “esmolas” paliativas das gestões passadas.

Palavra profética

Ao final, o pastor Silas Malafaia orou pelo novo presidente e declarou, junto com o fiéis, uma palavra profética sobre ele:

“Eu declaro em nome de Jesus, que Deus vai te dar sabedoria, graça e saúde, pra fazer a diferença nessa nação. Você vai marcar a história deste país. Vamos ter um novo paradigma nesta nação. Deus vai mudar a sorte desse povo!”, oraram todos.

Assista:

Com informações O Antagonista