Da Redação JM Notícia 

Rodrigo Maia avalia clima da Câmara para colocar projeto em votação 

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a votação do texto que altera o Estatuto do Desarmamento pode ocorrer ainda neste ano, mas que isso também depende da disposição da Câmara. Ele não marcou prazo para que os parlamentares decidam sobre o tema.

Segundo Maia, a mudança no estatuto vem sendo discutida há muitos meses com a bancada da segurança pública. Rodrigo Maia explicou que há um texto que pode, inclusive, restringir ainda mais o acesso à posse, mas retira o poder discricionário da Polícia Federal de decidir se o cidadão tem ou não a necessidade de ter uma arma. Para Rodrigo Maia, a polêmica maior é sobre a ampliação do porte de armas nas zonas rurais.

“O campo é diferente do meio urbano. Há uma demanda dos produtores rurais. É preciso ver qual a redação para que não se faça algo que seja uma liberalidade, e que dê segurança aos que estão distantes dos centros urbanos”, disse.

VEJA TAMBÉM
CCJ pode votar fim de vinculação automática entre salários de agentes públicos

O Senado Federal lançou uma consulta pública no  site E-cidadania para consultar a opinião dos eleitores para que seja realizado um novo plebiscito sobre a revogação do Estatuto do Desarmamento. A consulta deve ser respondida pelo link https://www12.senado.leg.br/ecidadania/visualizacaomateria?id=130695