Da Redação JM

juiz federal Sergio Moro esteve no Rio de Janeiro nesta quinta-feira (1º) para se encontrar com o presidente eleito Jair Bolsonaro, onde recebeu oficialmente o convite para ser o ministro da Justiça.

Após a reunião, Moro, que comanda as investigações da Operação Lava Jato, declarou à imprensa que aceitou o contive. “Após reunião pessoal, na qual foram discutidas políticas para a pasta, aceitei o honrado convite”, disse Moro.

+ Assessoria de Jean Wyllys ataca Filipe Martins: “heterossexualidade frágil”

Críticas

Praticamente, como era de se esperar, toda ala da esquerda criticou Moro por ter aceitado o convite de Bolsonaro.

Gleisi Hoffman, presidente do PT, disse que Moro “ajudou a eleger, agora vai ajudar a governar”.

No twitter, quem também atacou foi o ex-BBB Jean Wyllys.

Sérgio Moro aceita ministério pra combater a corrupção num governo cujo chefe da casa civil será Onyx Lorenzoni, que já admitiu prática de caixa 2, que Moro já afirmou ser pior que corrupção. Pode rir. A piada é essa!“, disse ele, quase perdeu o mandato nestas eleições de 2018, sendo eleito porque foi puxado.

VEJA TAMBÉM
Para Jean Wyllys, perseguição religiosa a cristãos é “fantasia imaginária”

Wyllys ainda alfinetou com outro post: “Ministério ou recompensa?

COMPARTILHAR