Da Redação JM Notícia

Pastor Wesco, sua esposa, e seus oito filhos

No início deste mês, o missionário americano Charles Wesco e sua família, esposa e oito filhos, foram enviados pela Igreja Batista para pregar o evangélico em Camarões e região Ocidental da África.

Acompanhado por um pastor local, Wesco saiu para comprar mantimentos de carro e acabou caindo em uma emboscada armada por terroristas que alvejaram o carro, o pastor não resistiu e faleceu.

O caso foi noticiado no The Washington Post e o pastor assistente da Igreja Batista, Dave Halyaman, informou que o missionário e sua família estava hospedado em Bamenda, cidade alvo dos conflitos que estão assolando a região há dois anos.

O pastor é irmão do deputado Tim Wesco, em Indiana, e sua morte foi comentada pelo governador Eric Holcomb que emitiu um comunicado lamentando o atentado.

O ministro da Defesa de Camarões, Joseph Beti Assomo, confirmou o ataque terrorista que terminou com a morte do pastor. Segundo ele, agentes locais ainda trocaram tiros com eles, mas não conseguiram prender os terroristas. Com informações Christian Post