Da Redação

Outro dado que a pesquisa aponta é em relação às pessoas que consideram a religião um “componente importante da sua identidade nacional”. Foto: Reprodução

Uma recente pesquisa feita por Pew Research Center entre países europeus demonstrou que Portugal está entre aqueles onde mais se acredita na existência de Deus e também onde a religião aparece como elemento importante para a identidade pessoal e nacional.

Segundo o estudo, mais de 83% dos portugueses acreditam em Deus, sendo que, destes, 44% não têm dúvidas de que Deus existe. Além disso, 37% dos entrevistados portugueses afirmam que rezam todos os dias.

O levantamento foi realizado pelo grupo de análise norte-americano entre junho de 2015 e agosto de 2017, em 34 países da Europa Ocidental, Central e Oriental, com entrevistas presenciais ou por telefone feitas a cerca de 1400 pessoas em cada país.

+ Em Portugal, estudo aponta que foram fechadas quase 700 igrejas evangélicas

Os dados apontaram que em certas questões Portugal aparece como uma exceção entre os países da Europa Ocidental, apresentando-se mais próximo de países da Europa Central ou Oriental.

De acordo com a pesquisa, Portugal é o único país da Europa Ocidental onde mais de três a cada dez pessoas dizem ter certeza da existência de Deus, isto é, 44% dos entrevistados. Por outro lado, 38% não assumem esta mesma certeza.

VEJA TAMBÉM
Irmã de Cristiano Ronaldo se converte em igreja brasileira

Nesse sentido, o país se aproxima mais de países centrais ou do leste, esta porcentagem dos que acreditam de forma “absoluta” na existência de Deus se mostra maior do que entre os portugueses: Armênia (79%), Geórgia (73%), Bósnia (66%), Romênia (64%), Grécia (59%), Sérvia (58%), Croácia (57%), Moldávia (55%) e Polônia (45%).

Por outro lado, Portugal também aparece entre os países onde mais pessoas foram criadas como cristãs, mas deixaram de ser ao longo de sua vida. Segundo os dados, enquanto 94% afirmam ter sido criados como cristãos, 83% dizem ainda sê-lo. Além disso, 15% se declaram agnósticos ou ateus.

Outro dado que a pesquisa aponta é em relação às pessoas que consideram a religião um “componente importante da sua identidade nacional”, representando 62% dos entrevistados portugueses, o que coloca Portugal em nono lugar entre os 34 países pesquisados.

Nesta questão, Portugal aparece atrás apenas de Armênia (82%), Geórgia (81%), Sérvia (78%), Grécia (76%), Romênia (74%), Bulgária (66%), Polônia (64%) e Moldávia (63%). Já em relação a países da Europa Ocidental, os portugueses estão à frente de países católicos como Itália, Irlanda e Espanha.

VEJA TAMBÉM
Sergio Moro é alvo de protestos na Universidade de Coimbra

A pesquisa também analisou a importância da religião na vida pessoal dos entrevistados. Em Portugal, onde 77% da população cristã diz se identificar predominantemente com o catolicismo, 36% dos pesquisados assumiram que a religião é “muito importante em suas vidas”, enquanto 37% declararam que “rezam todos os dias”.

Em outros países da Europa Ocidental, a porcentagem dos que dizem rezar diariamente se mostra bem abaixo, como na Espanha com 23%, na Itália com 21% ou na França com 11%.

Com informações ACI

COMPARTILHAR