Da Redação JM Notícia

O Ministério Público e o Governo do Estado desistiram do processo que pedia a suspensão do concurso público da Polícia Militar e o Tribunal de Justiça encerrou a ação. Contudo, o processo seletivo permanecerá suspenso por conta de um outro processo em andamento no Tribunal de Contas.

O Tribunal de Justiça suspendeu atos do governo por conta da cassação de Marcelo Miranda (MDB), em março deste ano, incluindo o concurso da Polícia Militar. Com a eleição do novo governador,  Mauro Carlesse (PHS), a liminar perdeu seus efeitos.

O processo do TCE aponta que o Estado está bem acima do gasto com pessoal permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, fora isso,. O Governo também teria deixado de enviar informações sobre a realização do certame. O processo seguirá suspenso até o fim do julgamento.

Inquérito policial investiga fraude

O terceiro processo sobre o concurso público da Polícia Militar se refere a um inquérito policial que investiga fraude. Os delegados encontraram 35 números de telefone que teriam recebido os gabaritos das provas, aplicadas em março deste ano.

VEJA TAMBÉM
Obras do shopping a céu aberto permanecem paradas por decisão do TCE

Esta investigação,  porém, não tem poder de suspender o processo seletivo.