Da Redação JM Notícia

O Ministério Público e o Governo do Estado desistiram do processo que pedia a suspensão do concurso público da Polícia Militar e o Tribunal de Justiça encerrou a ação. Contudo, o processo seletivo permanecerá suspenso por conta de um outro processo em andamento no Tribunal de Contas.

O Tribunal de Justiça suspendeu atos do governo por conta da cassação de Marcelo Miranda (MDB), em março deste ano, incluindo o concurso da Polícia Militar. Com a eleição do novo governador,  Mauro Carlesse (PHS), a liminar perdeu seus efeitos.

O processo do TCE aponta que o Estado está bem acima do gasto com pessoal permitido pela Lei de Responsabilidade Fiscal, fora isso,. O Governo também teria deixado de enviar informações sobre a realização do certame. O processo seguirá suspenso até o fim do julgamento.

Inquérito policial investiga fraude

O terceiro processo sobre o concurso público da Polícia Militar se refere a um inquérito policial que investiga fraude. Os delegados encontraram 35 números de telefone que teriam recebido os gabaritos das provas, aplicadas em março deste ano.

VEJA TAMBÉM
Justiça condena Saneatins por utilizar cloro vencido em Araguaína

Esta investigação,  porém, não tem poder de suspender o processo seletivo.