Da Redação JM Notícia 

Palácio do Araguaia, sede do Governo do Tocantins

Através de  decretos publicados no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (6), o governo extinguiu 294 contratos temporários nesta terça-feira (6), sendo a maioria de professores da educação básica e auxiliares de serviços gerais.

Entre os exonerados estão 18 mulheres, que  licença maternidade terminou e não voltarão a trabalhar, pois os contratos foram encerrados.

Na área da saúde foram encerrados contratos de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e até auxiliares de limpeza hospitalar, o que pode impactar no atendimento dos hospitais.

Conforme os decretos que foram assinados pelo secretário de Administração, Edson Cabral de Oliveira, as exonerações ocorreram devido término dos contratos temporários.