Da Redação JM

Líder da IURD tem estado no centro das atenções desde o meio das eleições quando divulgou apoio a Bolsonaro. Foto: Reprodução

O bispo Edir Macedo teve uma grande vitória nas urnas, pois seu candidato Jair Bolsonaro foi eleito e é o novo presidente do Brasil, mas agora no início de novembro, pelo menos temporariamente, o bispo amargou uma derrota na justiça.

Segundo a jornalista Adriana Cruz, do jornal O Dia, os desembargadores da 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça derrubaram o pedido da Igreja Universal do Reino de Deus que reivindicava a suspensão imediata da cobrança das taxas de condomínio das instalações do antigo cinema que funcionava no Edifício Comodoro, em Del Castilho.

Após apoiar Lula e Dilma, Edir Macedo declara apoio a Jair Bolsonaro

“O templo entende que tem direito à isenção, mas o juízo da 7ª Vara Cível negou o pedido de urgência. Então, por enquanto, a igreja tem que abrir o cofre.”, informou a colunista.