Da Redação JM

“Preparem-se porque essa revolução não tem volta. Bora sabotar tudo isso?”, disparou a apresentadora

O Brasil se revoltou com um discurso de sabotagem ao governo de Bolsonaro feito pela apresentadora da Globo Fernanda Lima no programa erótico Amor & Sexo.

No texto, ela pregou a revolução. “Chamam de louca a mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, de vida e de tesão. Chamam de louca a mulher que resiste e não desiste. Chamam de louca a mulher que diz sim e que diz não. Não importa o que façamos, nos chamam de louca. Se levamos a fama, vamos sim deitar na cama. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema de opressão. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino. Vamos jogar na fogueira as camisas de força da submissão, da tirania, e da repressão. Vamos libertar todas nós e todos vocês. Nossa luta só está começando. Preparem-se porque essa revolução não tem volta. Bora sabotar tudo isso?”, disparou Fernanda no programa.

Criado para ‘desconstruir’ a família tradicional, programa global tem pior audiência da história e pode desaparecer

VEJA TAMBÉM
Criado para 'desconstruir' a família tradicional, programa global tem pior audiência da história e pode desaparecer

O discurso foi interpretado por todos como um ataque indireto ao governo de Jair Bolsonaro. A Globo tem feito de tudo para minar o novo governo eleito democraticamente e tem usado seus telejornais, seus comentaristas políticos de esquerda e programas populares de víeis totalmente progressistas contra Bolsonaro.