Da Redação JM

A eleição da próxima Mesa Diretora da Convenção das Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Estado do Paraná (CIEADEP), a ser realizada no dia 06 de dezembro, pode ter somente um candidato para o cargo de presidente: o atual, pastor Perci Fontoura.

Pastor Perci Fontoura, que ocupa além da atual presidência da CIEADEP, o cargo de quinto vice-presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), até o presente momento, foi o único candidato à presidência que teve seu registro de candidatura deferido pela CPE – Comissão do Processo Eleitoral. Seus dois concorrentes, pastor Cícero Tardim e pastor Ival Teodoro, tiveram seus pedidos de registro indeferidos pela comissão, que é coordenada pelo pastor Carlos Eduardo Neres Lourenço.

Eleição em Foz do Iguaçu

A eleição ocorrera durante a realização da 58ª Assembleia Geral da CIEADEP, que acontece do dia 03 a 06 de dezembro de 2018, na cidade de Foz do Iguaçu-PR. Nesta, acontecerá a eleição para a nova Mesa Diretora e o novo Conselho Fiscal para o quadriênio 2018-2022.

Pastor Perci Fontoura, secretário da CGADB recebe a comenda Ordem Estadual do Pinheiro

A CIEADEP é uma das maiores convenções assembleianas do país e em seu rol de membros consta o número de mais de 1 milhão de fiéis que congregam-se nos seus mais de 5000 mil templos distribuídos em todo estado.

Indeferimentos

Segundo a CPE – Comissão do Processo Eleitoral, o pastor Cícero Tardin teve seu registro de candidatura indeferido sob a alegação de o mesmo ter ferido os princípios ético-ministeriais ao ter feito feito, segundo relatório da CPE, “manifestações consideradas impróprias a um Ministro do Evangelho em grupo do Whatsapp“, fato este que o deixou sem a possibilidade da emissão da Certidão Positiva favorável à sua candidatura pelo Conselho de Ética, documento imprescindível para concorrer ao pleito.

VEJA TAMBÉM
CGADB lança Edital de Convocação e abre inscrições para 7ª AGE em SP

Ao JM Notícia, Cícero Tardin afirmou que disse em 2016, em um grupo de Whatsapp que em todos os meios há pessoas corruptas, inclusive no meio de pastores:

“Aí fizeram uma representação contra a minha pessoa no Conselho de Ética. Isso aí foi em 2016, o pastor Roque Lourenço me ligou e eu expliquei o que aconteceu, então ele arquivou”, disse Tardin.

Ainda segundo Tardin, de acordo com o Estatuto, depois de aberto o processo disciplinar, o Conselho de Ética tem 15 dias para  realizar os transmites do processo: “Dois anos depois eles apareceram com esse processo. Eu entrei com pedido de reconsideração, mas eles negaram”.

+ Líderes assembleianos celebram aniversário do pastor Wellington Junior presidente da CGADB

No relatório, a Comissão mostra que 74 pastores presidentes de campos pediram a abertura de procedimento para apuração de infração disciplinar de Tardin perante o Conselho de Ética Ministerial.

Já o pastor Ival Teodoro, que liderou a CIEADEP por oito anos e atualmente preside a AD São José dos Pinhais-PR, teve seu pedido de registro de candidatura indeferido por correr perante o Conselho de Ética Ministerial um processo que investiga supostas irregularidades nas ações do ex-presidente durante seu mandato à frente da CIEADEP. O pastor entrou com um pedido de reconsideração perante a CPE, mas o mesmo foi indeferido.

VEJA TAMBÉM
7ª AGE da CGADB: Ministros aprovam, por unanimidade, votação online e por cargos

CIEADEP nos tribunais

Pastor Ival Teodoro é ex-presidente da  CIEADEP e teve o registro de sua candidatura impugnado pela Comissão Eleitoral – Foto: Divulgação

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, o pastor Ival Teodoro mencionou que entende que há ‘”uma política eclesiástica no sentido de dificultá-lo a concorrer à presidência”.

Teodoro disse ainda que esgotados os trâmites administrativos junto à CIEADEP para que sua candidatura fosse deferida, resta agora judicializar o caso.

“Já estamos reunindo com os nossos advogados que também estranharam terrivelmente esse posicionamento da Comissão”, declarou.

“Juntos somos mais fortes. Orem por nós. As acusações que por ventura surjam, nós queremos dizer que todas as acusações cabe o ônus a quem acusa. Estamos em paz, comunhão com Jesus. Sempre fui uma pessoa honesta”, desabafa ele no vídeo destinado aos fieis da CIEADEP.

Processos Perci Fontoura

Apesar de a Comissão Eleitoral negar os pedidos de impugnações em desfavor do atual presidente da CIEADEP, pastor Perci Fontoura, consta no Tribunal de Justiça do Estado do Paraná um processo envolvendo o líder evangélico.

  • 1ª Vara Cível e da Fazenda Pública, Acidentes do Trabalho, Registros Públicos e Corregedoria do Foro Extrajudicial – Movido pelo Banco Bradesco.

Sobre a eleição

Assembleianos de todo o Brasil estão acompanhando o processo eleitoral da CIEADEP.

Líderes e fiéis sabem da importância de uma eleição pacífica e democrática, por isso oram para que todos os possíveis imbróglios referente ao pleito sejam resolvidos amistosamente entre os ministros, a fim de que Deus seja glorificado em mais um importante momento para a história das Assembleias de Deus no Brasil.

Pastor Cícero Tardin tem registro de candidatura à presidência da CIEADEP indeferido