Da Redação

“Muitos fazem enormes sacrifícios para estar aqui e carregam ainda o peso de ter que honrar o sacrifício dos pais. Num contexto assim, o insucesso pode ajudar em consequências funestas”, disse um professor

Danilo Mendes Nóbrega,33, foi encontrado morto dentro de seu apartamento, onde morava com uma amiga, sendo  que esta sentiu a sua falta desde domingo e nesta segunda-feira, 26, desconfiou que havia algo errado e chamou um chaveiro e deparou com o corpo do jovem sem vida no quarto. Ele cursava o segundo período de medicina em uma faculdade de Gurupi.

Tinha muita cartelas de medicamentos controlados e uma garrafa de vinho, não tem nenhum sinal de violência. Suspeita-se que ele possa ter cometido suicídio e a morte, provavelmente, ocorreu ontem a noite”, informou um policial que esteve no local ao Portal Atitude. Estiveram no local o delegado plantonista, Polícia Militar, Polícia Científica (Perícia Criminal) e IML.

“Quebrando o silêncio”: Projeto cristão ajuda diminuir índices de suicídio no Brasil

O estudante é natural de Teresina (PI)  e seu corpo será encaminhado para o IML de Gurupi onde será feito exame de necropsia para identificar a causa da morte.

Estresse e depressão

Nas redes sociais um professor de filosofia conta que a carga de aula para a maioria dos jovens como ele é estressante e esse quadro de depressão é facilmente adquirido se não tomarem cuidado.

VEJA TAMBÉM
PSDB lança Walter Júnior como pré-candidato a prefeito em Gurupi

Sou professor de filosofia destes meninos e meninas no primeiro período. A maioria é muito nova. Tem entre 17 a 19 anos. A maioria vem de fora de Gurupi. Goiás, Bahia, Piauí, Maranhão, Paraná, Pará, Rio Grande do Sul, etc. Chegam e vão para uma kitnet, ou seja, ficam sós. Passam por uma carga horária estressante de aulas. Nas semanas de provas, não dormem o suficiente. Frequentemente, solicitam minhas aulas para dar conta de outras. Embora paguem a maior mensalidade da IES (algo em torno mais ou menos de 3 mil reais), não são filhos de pais abastados. Muitos fazem enormes sacrifícios para estar aqui e carregam ainda o peso de ter que honrar o sacrifício dos pais. Num contexto assim, o insucesso pode ajudar em consequências funestas. Eu me entristeço. O suicídio tem sido tema de alguns debates, em sentido acadêmico. Em minhas aulas, no que cabe à filosofia, também eu o faço. Mas é uma surpresa dolorosa constatar, dentro da própria casa, a UnirG, aquilo que se estuda nas aulas. Espero que a família de Danilo possa atravessar esta dor com fortaleza.“, disse o professor José Carlos.