Da Redação

Votação Escola Sem Partido na Comissão Especial da Câmara dos Deputados

comissão especial que analisa o projeto do Escola sem Partido (PL 7180/14) volta a se reunir nesta tarde para votar o novo relatório do deputado Flavinho (PSC-SP) à proposta, lido no último dia 22.

O novo substitutivo do deputado Flavinho mantém seis deveres para os professores das instituições de ensino brasileiras, como a proibição de promover suas opiniões, concepções, preferências ideológicas, religiosas, morais, políticas e partidárias. Além disso, está mantida a proibição, no ensino no Brasil, da “ideologia de gênero”, do termo “gênero” ou “orientação sexual”.

Pastor Daniel Vieira critica decreto de Flávio Dino contra o Escola Sem Partido; Assista

A principal mudança em relação ao parecer anterior é a inclusão de artigo determinando que o Poder Público não se intrometerá no processo de amadurecimento sexual dos alunos nem permitirá qualquer forma de dogmatismo ou tentativa de conversão na abordagem das questões de gênero.

Deputados de esquerda como Érika Kokay (PT-DF), Glauber Braga (PSOL-RJ), Alice Portugal (PCdoB) e Leo de Brito (PT-AC) tentaram por diversas vezes suspender a sessão com o objetivo de impedir a votação

VEJA TAMBÉM
Escola sem Partido tem consulta pública recorde

A comissão reúne-se no plenário 3 a partir das 14 horas.

Assista ao vivo

Com informações Agência Câmara