Da Redação JM

Teólogo presbiteriano diz que número de fieis de raízes pentecostais e neopetencostais em aumentado nas igrejas reformadas. Foto: Reprodução

O assunto sobre migração de fiéis pentecostais e neopentecostais para as igrejas reformadas chamou a atenção de líderes no país. O tema foi pautado pelo reverendo Augustus Nicodemus no último domingo, 02, ao escrever no twitter orientações aos pastores reformados para o recebimento desses fieis.

A fala do pastor reformado foi sobre a saída de centenas de pentecostais e neopentecostais de suas igrejas para as igrejas de teologia reformada após estes conhecerem a teologia pregadas por estas últimas.

Agora, em meio ao calor do debate, um vídeo chamou a atenção nas redes sociais. Durante o sermão pregado ano passado, Augustus Nicodemus revela que já falava sobre isso há tempos durante seus ensinos nas igrejas onde pregava.

O vídeo é de 2017 e ali o pastor já comenta que há 10 anos observa esse fluxo migratório e que já conversou inclusive com outros líderes conhecidos do público no país, como Hernandes Dias Lopes e Paulo Junior.

A conclusão que chegaram, diz Nicodemus, foi que esses fieis estão simplesmente “procurando alguém que pregue Bíblia” e ao navegarem na internet acabam encontrando os pastores reformados com seus sermões expositivos.

VEJA TAMBÉM
CPAD cancela evento com Augustus Nicodemus após pressão de pastores assembleianos

Respostas

Teólogos e pastores pentecostais já se manifestaram sobre o que chamaram de “proselitismo” o discurso de Nicodemus. Para eles, há sim uma carência teológica em meio aos muitos pastores pentecostais no Brasil, mas que isso não geraria todo esse “êxodo” que o reverendo presbiteriano afirmou ocorrer.

Assista:

 

Augustus Nicodemus fala de “êxodo pentecostal” para as igrejas reformadas e gera polêmica